BIBLIOTECA

Repositorio digital: artículos, opiniones, entrevistas, reportajes, libros, revistas, boletines, comentarios bíblicos, recursos y eventos.

[CADERNOS DE TEOLOGIA PÚBLICA] O Pacto das Catacumbas e a Igreja dos pobres hoje

[Emerson Sbardelotti]

[Por: Emerson Sbardelotti Tavares – Instituto Humanitas Unisinos] 
 
O texto apresenta a importância do “Pacto das Catacumbas: a Igreja Servidora e dos pobres”, que é um documento redigido e assinado por 40 padres conciliares –Bispos latino-americanos e brasileiros– do Concílio Ecumênico Vaticano II, no dia 16 de novembro de 1965, pouco antes da conclusão do Concílio. Foi firmado após a Eucaristia na Catacumba de Santa Domitila, fora dos muros de Roma. Os autores comprometeram-se a levar uma vida de pobreza, rejeitar todos os símbolos ou os privilégios do poder e a colocar os pobres no centro do seu ministério pastoral. Comprometeram-se também com a colegialidade e com a corresponsabilidade da Igreja como Povo de Deus, e com a abertura ao mundo e a acolhida fraterna, inspirados pela ideia da Igreja dos Pobres de São João XXIII e pelo espírito profético de Dom Helder Cãmara. Este pacto influenciou a nascente Teologia da Libertação, pois foi fruto de uma intensa participação com o olhar e o coração no mundo dos pobres e na colegialidade. Os pobres se sentiram sujeitos e agentes de sua própria história, constituindo inclusive um novo jeito de ser Igreja a partir das pequenas comunidades eclesiais de base onde a centralidade da Palavra de Deus germinava fé e vida, concretizando na prática as propostas da Igreja Povo de Deus e da colegialidade.
 
Baixe o texto.

LEER MÁS

debugger
0
0

CONTACTO

©2017 Amerindia - Todos los derechos reservados.